Resenha: No Centro Da Terceira Fileira

                                                         
Título do livro: No Centro Da Terceira Fileira
Número de páginas: 274
Autor: G. C. Neves
Editora: Chiado Editora



Sinopse:
“Você conseguiria imaginar o que a pessoa ao lado está vivenciando? Alguma pessoa já conseguiu dominar os seus sentimentos e as suas atitudes? Você já fez isso com alguém? Até que ponto a brutalidade de um homem pode ser dominada pela simplicidade de uma mulher? Beleza, um corpo esbelto ou popularidade seriam pontos fortes ou sinais de fraqueza? Quem está em vantagem no jogo de sedução? Perguntas como essas são respondidas nesta obra, que aborda as coisas simples desses confrontos cotidianos, de maneira crua e por muitas vezes obsceno. Descaso, confiança, amor e sedução e sexo são coisas tão banais e tão presentes em nossas vidas que, quando fogem ao nosso controle, nos perguntamos onde erramos. Contudo, na verdade, sem querer, permitimos que elas estivessem sempre a nossa frente”



Resenha:

O livro ‘’No Centro da Terceira Fileira’’ conta a estória de Robson um jovem que está estudando muito para passar no vestibular de medicina. Ele faz cursinho e por ser muito centrado nos estudos, ele não tinha percebido até então que no centro da terceira fileira, a sua volta, sentava um grupo de meninas: Izabel, Gisela, Renata e Valéria.

No começo ele as detestava e as apelidou de ‘’Quarteto Desástrico’’, mas com o passar do tempo, eles foram se conhecendo melhor e Rob acaba engatando um romance com uma delas (ou duas delas :p). Um romance não muito saudável que tira sua atenção dos estudos, e acaba tendo um resultado realmente desastroso.

Rob é machista, se sente o macho alfa que faz o que bem entender com as mulheres, mas quando conhece essa garota ele fica perdidamente apaixonado, e muda completamente seu jeito de pensar e agir. Na cabeça dele ela vai terminar com seu namorado para ficar com ele, e logo após o vestibular vão poder assumir um namoro, porém ela tem um grande segredo que os impede de ficar juntos e que só é revelado na ÚLTIMA página do livro.

Um livro que envolve muita sedução, amizade, sexo, tristeza amor, descaso, e todos os sentimentos que passamos na juventude.


Opinião Crítica:

A leitura fluiu, li o livro bem rapidinho e a estória é interessante. Mas eu não gostei dos personagens, de nenhum personagem. E também não consegui ‘’sentir’’ com eles, o que me fez achar a paixão dele exagerada. O final foi bem decepcionante, eu esperava mais, terminou com um ‘’?’’ que não me agradou.

Eu sei que muitos que leram vai discordar de mim, pois andei procurando e vi muitas resenhas positivas sobre o livro.

Muito obrigada G.C. Neves por ter me dado a oportunidade de ler sua obra, desejo muito sucesso á você. Ah ... seria muito legal uma versão dessa estória narrada pela Gisela eu compraria com certeza haha



Se interessou pelo livro?

Compre aqui: https://www.chiadoeditora.com/livraria/no-centro-da-terceira-fileira
Ou
http://www.livrariacultura.com.br/p/no-centro-da-terceira-fila-15072797
Ou
https://www.livrariagalileu.com.br/Produto/Detalhe/169299

Redes sociais do autor:
Instagram: @nc3f
Facebook: https://www.facebook.com/nocentrodaterceirafileira

Parceria com a Editora Draco




 Draco.  Do latim, dragão.
“A palavra dragão (em inglês, dragon) vem do grego drákon, δράκων, que deriva do verbo derkomai, “olhar”, pois seu papel no mito grego é o de vigiar tesouros cobiçados. O nome tem sido dado a criaturas mitológicas muito diversas, de diferentes culturas.”(Fonte: Dragão, Fantastipedia http://pt.fantasia.wikia.com/wiki/Dragão)
O que o nosso draco propõe?

Algo diferente. Invés de apenas vigiar esses tesouros cobiçados, queremos também apresentá-los a todos que os buscam. Esses tesouros estão por toda parte: internet — em suas muitas facetas como blogs, sites de compartilhamento e redes sociais; computadores pessoais — escondidos por autores que são verdadeiros dragões, no sentido original da palavra; impressos — compartilhados entre amigos e familiares — e, claro, também nas estantes das livrarias por todo o país. Esses tesouros, ou podemos dizer, tesouro: a literatura fantástica brasileira.
A Editora Draco quer fazer conhecido esse imaginário brasileiro, tão nosso e único, mesmo influenciado por obras estrangeiras que chegam através de livros e outros meios.
Queremos publicar autores brasileiros, aliando design, ilustrações e tudo o que for possível para melhorar nossos produtos. Que nossos leitores sejam atraídos pela beleza, mas nunca deixem de se maravilhar com as histórias e personagens que nossos livros trazem.
Que os autores brasileiros possam compartilhar seus tesouros e nós, amantes de livros e literatura fantástica, possamos ajudá-los a chegar aos leitores, abrindo portões e vencendo armadilhas, criando imagens e histórias que possam ser contadas por muitos anos.
O dragão despertou e convida a todos para desfrutar desse tesouro.

Algumas obras da editora:

Super desapegada - Raquel faz o maior sucesso na internet. Seu blog “Super Desapegada” motiva mulheres a se valorizarem e prega a autoestima sem a presença constante e essencial de um companheiro. Mas fora da web, Raquel não é tão descolada assim... Ela sempre teve um amor platônico por seu melhor amigo de infância, Alan. Mas no aniversário de 30 anos de Raquel, ela descobre que ele está noivo de Bianca, a irmã caçula de seu rival nos tempos de escola, Eric. Para conseguir acabar com o casamento, e conquistar de vez seu grande amor, Raquel precisa se aliar ao sarcástico Eric. Mas logo ela começa a perceber que a união pode render muito mais do que ela imaginava e a aprender que para praticar o tão estimado “desapego” é preciso abrir seu coração para novas experiências... e quem sabe para um novo amor.






Clube dos Herdeiros - Hoje deve ser seu dia de sorte. Sim, é com você que estou falando! Ao abrir esse livro, você ganhará um passe livre, uma tão cobiçada credencial, um passaporte com visto para um mundo que mal se vê pela fechadura. Você poderá conhecer cada um dos membros da nova aristocracia do Rio de Janeiro e saber o que realmente se passa na vida, na cabeça e no coração deles (e eu aposto como você jurava que isso nem existia!). Só me sinto na obrigação de alertar você a respeito do principal perigo, que ameaça aqueles que se julgam sortudos por cruzar essa linha: você vai descobrir que as coisas podem não ser como você imaginava e ter vontade de correr de volta para o seu mundo seguro, que antes parecia tão medíocre. Mas não precisa correr tanto. No meio do caminho sei que você vai dar meia-volta e perceber que não vai a lugar algum. O Clube dos Herdeiros pode não ser nada parecido com um conto de fadas… mas não há como não se apaixonar perdidamente por ele! Pense bem antes de aceitar o convite: existem festas que duram a vida inteira…

Clube dos herdeiros: como nossos pais é um romance viciante de Fabiana Madruga. Depois de viver a vida ao lado deles, será difícil ver o mundo da mesma forma.

Alice no país das maravilhas - Sábado de manhã

Salve, salve leitores!!

Como alguns de vocês já viram no instagram mais cedo, resolvi adiantar minhas leituras e li dois livros de cara agora de manhã e tenho planos de terminar mais um daqui para amanhã... Então lá vamos para as minha impressões sobre o primeiro livro já lido.

Alice no país das maravilhas:

Li esta edição de Alice, e simplesmente amei... Quem acompanha o blog e/ou o instagram sabe do meu amor pela animação de Clyde Geronimi, Wilfred Jackson e Hamilton Luske de 1951.

Sim eu amo essa animação! Ler Alice sempre foi um sono e um desejo e consegui realizá-lo hoje. 

Enfim o livro é muito bem escrito e é uma delicia de ler. A historia de Alice praticamente todos conhecemos e os que não conhece: Alice viaja para um mundo completamente diferente, e me atrevo a dizer, encantado, que ela define da seguinte maneira:
"Se esse mundo fosse só meu, tudo nele era diferente!
Nada era o que é porque tudo era o que não é.
E também tudo que é, por sua vez, não seria.
E o que não fosse, seria.
Não é?"
e a partir desse pensamento ela corre atrás de um coelho branco, encontra bichos diferentes entre eles uma lagarta e muitas coisas estranhas... e o resto vocês terão que ler e/ou assistir para saber. 

O livro vem com as ilustrações de originais de John Tenniel. (Como voces podem conferir na imaem ao lado

Ler o livro não me fez desencantar do filme, ver o filme não me fez achar o livro ruim (Afinal é um clássico e não ganhou esse status atoa)

Recomendo muito que leiam e que assistam, os dois valem muito apena e depois manda um Twitter @coisasdelivros ou uma mensagem no instagram ou até aqui mesmo dizendo se gostaram ou não. Por que, honestamente, minha opinião é completamente suspeita

Ah.. Alice só pensa em comida, assim como eu e muitos que conheço. Nada relevante, mas queria deixar essa informação e esse gif.

Até a Próxima e não deixem de deixar sua opinião (hahahahaha)

"Adeus, Dináh! Adeeeeeuuuusssss..."










Resenha: A Escolhida

Título: A Escolhida
Número de páginas: 360
Autora: Amanda Ághata Costa
Editora: Publicação Independente

Resenha:

O livro ‘‘A Escolhida’’ conta a estória de Ariali, uma jovem que foi ‘’abandonada’’ por seus pais e teve que aprender a viver nas ruas sozinha, até ser acolhida por Lina, que cuidou dela com amor e carinho até sua morte. Ela é filha de um amor proibido que causou várias consequências, ela é filha do bem e do mal, ela é filha de um anjo e de um demônio.

Ari, como ela gosta de ser chamada, tem como maior prazer matar, e é isso que ela faz todos os dias. O bem quase já quase não existe mais dentro dela, suas asas são quase inexistentes, o que se sobressai dentro dela é o mal.

‘‘Não tenho uma família, nem imagino de onde venho. Matar é o meu maior desejo e o único que não deixo de colocar em prática. O odor da vida esvaindo através de meus dedos é a sensação mais intensa que vivencio. Sou o nada e o tudo, um meio termo. O amor não me petrifica, o perdão não é acumulado em minha carne e as emoções não invadem o meu coração. Sou a própria rocha’’
Certo dia, ela estava procurando sua vítima e foi abordada de uma forma não muito simpática, por dois rapazes feiticeiros, Edlun e Luke. Eles têm um recado para ela: Egram, o mestre do círculo onde os feiticeiros vivem requisita sua presença.

Sem muita escolha, ela vai até ele para descobrir o que ele quer. Egram, conhecendo a fama de impiedosa e implacável de Ariali, deseja que ela trabalhe para ele e em troca ele dirá a ela informações sobre seus pais. Ela que, até então, não sabia muito sobre seu passado, se deixa levar pela curiosidade e acaba ficando no Círculo.

No círculo, ela acaba se aproximando de Luke e se apaixonando por ele, no começo ela tenta lutar contra seus sentimentos, afinal ela era a própria rocha! Mas não é assim que acontece, o amor é recíproco e os dois se envolvem cada vez mais... só tem um ‘‘pequeno’’ problema: eles não são da mesma raça. Ou seja, eles não podem ficar juntos. E pra piorar só mais um pouquinho... a irmã mais nova de Luke, Vincy não se dá bem com Ari.

O livro se passa aproximadamente em dois meses, e esses dois meses é o suficiente para uma mudança radical na vida de Ariali: ela faz amigas, se apaixona e ainda conhece seus pais. No meio de fortes descobertas, romance e ação, Amanda Ághata Costa me fez apaixonar por seus personagens e por sua estória.

Opinião Crítica:

Eu adorei o livro e os personagens me cativaram. Um ponto muito forte do livro é a personagem principal ser essa espécie de vilã e mocinha ao mesmo tempo. Minhas partes preferidas foram as que ela cometia os assassinatos (a autora soube descrever muito bem) e as que ela e Luke discutiam, não gosto desses casais que sempre estão bem! 

O que eu não gostei foi o tamanho dos capítulos, achei muito longos, e acho que podia ter explorado mais o ‘’bem e o mal’’ dentro dela.

E também não gostei de ter lido em pdf (risos) sei que muitos gostam mas pra mim não dá! Acaba atrasando minha leitura, meu celular vive descarregado, minha vista dói... e eu não tenho essa capa linda na minha estante :/

Mas não atrapalhou a leitura maravilhosa. Obrigada Amanda, por ter me dado a oportunidade de ler seu livro! Desejo muito sucesso a você, e admito que estou doida para ler o livro 2 dessa trilogia.

Redes sociais da autora:

Instagram: @aagcosta
Site: http://amandaagcosta.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/aetrilogia
Twitter: @aagcosta

Resenha: Crônicas (escritas) feito um pum

Olá Navegadores de universos,
Hora de Resenha...

Título: Crônicas (Escritas) Feito um Pum
Autor: Eduardo de Souza
Número de Páginas: 110
Editora: Chiado Editora

Sinopse:

- Você continua a escrever esses textos bobos? - diz ela irritada.

- Ah, de vez em quando pinta uma inspiração e escrevo.

- Você escreve sobre qualquer coisa. Que chato! Se pensar, você escreve. Se respirar, você escreve. Se peidar, você escreve.

- É, é como um peido mesmo. De repente dá uma vontade e eu solto um. Um texto, claro."

Trecho extraído da crônica “Sete anos de namoro”, parte integrante deste livro ao lado de vários outros textos irreverentes e bem humorados.
#######

Sobre a minha leitura:

Fui cheia de expectativas para ler o livro e não o achei tão bom quanto imaginei, mas o achei gostoso de ler. As crônicas são leves e recomendo o livro pra quem quer uma leitura casual, pra ler no ônibus, para ler em uma viajem, enquanto espera na recepção do hospital...

Não é o meu tipo de leitura (Quem me acompanha sabe que sou fã de terror e fantasia), mas não classifico como ruim.

Achei válida a leitura e foi uma boa companhia e a melhor crônica pra mim foi de fato aquela que faz parte da sinopse: "Sete anos de namoro" Não por ser engraçada, mas por ser fofa e Cá entre nós me lembrar um pouco do meu relacionamento Kkkkkkk...










Sobre o Livro:

O livro conta com 110 páginas, escritas com letras grande e facilita a leitura. As páginas são brancas e com espaçamentos largos, ou seja, tudo propicia para que a leitura seja rápida e não seja cansativa.


 Ficou com duvidas e quer saber mais?
Procura o autor e olha as outras divulgações dele e resenhas em outros blogs.

Instagram: @_eduardodesousa

Facebook: www.facebook.com/fotografoeduardodesousa

Página do livro: www.facebook.com/cronicasescritasfeitoumpum

Manual Bienal: tudo sobre a bienal do livro 2015

Faltam 21 dias para a Bienal Internacional do Livro Rio XVII e tem muita gente ansiosa para o evento então resolvi fazer um post com todas as informações sobre o evento reunidas em um único lugar. Eu vi vários posts diferentes sobre a bienal onde em cada um deles a informação era mais sobre quais leitores estariam presentes, mas e as datas? Os stands? Os lançamentos e as dicas para se dar bem no evento?
Senti falta disso tudo e resolvi fazer um Manual Bienal, gostou? Então vem acompanhar o post que tem muita coisa legal!
Let's Go!
1. SOBRE A BIENAL:

Bienal do Livro Rio, uma celebração à leitura, à cultura e à diversão, reunindo milhares de pessoas, tendo o livro como astr...o principal.
Para os leitores, é a oportunidade de se aproximarem de seus autores favoritos, além de conhecerem muitos outros. Durante onze dias, o Riocentro sedia a festa da cultura, da literatura e da educação.
Nos espaços dedicados às atrações, o público pode participar de debates e bate-papos com personalidades culturais e de atividades recreativas que promovem a leitura. Atraente e diversificada, a Bienal do Livro Rio é diversão para toda a família!
2. AUTORES CONFIRMADOS E DATAS:
Para conferir a lista de autores, clique na imagem.
3. INGRESSOS:
A bienal vai durar por 10 dias, há quem vá durante TODOS os dias ou quem vá durante dois ou três. Nós amamos tanto a bienal que gostaríamos que ela durasse o mês inteiro, não é?
Para quem está indo ao evento pela primeira vez vale lembrar que o ingresso só é válido para um dia de bienal, ou seja, um ingresso para cada dia de evento.
Se eu for no primeiro dia, pagarei um ingresso, se for no segundo, pagarei outro e assim por diante.

Os preços dos ingressos não são caros na minha opinião, mas muitas pessoas estão sendo reeducadas para se adaptar a crise econômica e gastar menos, ou seja, ir menos dias e economizar mais o dinheiro dos ingressos.
Ainda dá tempo de comprar os ingressos pela internet no site Ingresso Rápido, basta clicar AQUI e realizar sua compra atráves do cartão de crédito, se você for menor de idade, peça permissão dos seus pais antes de efetuar a compra. Lá você pode comprar o ingresso para o dia escolhido e para mais de um, se deseja além de poder comprar mais de uma unidade.
ATENÇÃO: Ao realizar a compra antecipada pelo site, o visitante pode optar por: imprimir o bilhete em casa, retirar o ingresso na bilheteria, receber pelos Correios ou solicitar a entrega via serviço de motoboy (estas 2 últimas opções, estarão válidas para as compras realizadas até o dia 26 de agosto). 
A meia-entrada é especificamente para o público:
- Maiores de 60 anos (Lei Federal nº10.741/2003 – Estatuto do Idoso): Apresentar documento de identidade ou documento com foto que comprove idade superior a 60 anos;
- Estudantes de ensino fundamental, médio ou superior da rede pública ou particular
(Leis Estaduais nº 2.519/1996, 4.161/2003, 4.816/2006 e 5.158/2007): Apresentar
documento de identificação estudantil (Carteira de estudante ou comprovante de matrícula. Boleto bancário ou comprovante de mensalidade não são aceitos), além de um documento de identidade com foto;
- PNE - Portadores de Necessidades Especiais (Lei Estadual nº 4.240/2003): Documento de identidade ou documento com foto que comprove a sua condição. Os acompanhantes devem adquirir a entrada no valor integral. O acompanhante só terá direito à meia-entrada se estiver dentro de alguma das regras acima.
Além disso, haverá entrada gratuita é especialmente para o público:
- Crianças com menos de 1 metro de altura;
- Autores: devem apresentar o livro de sua própria autoria;
- Professores de Escolas ou Universidades Públicas e Particulares: Carteira de Trabalho com o cargo de Professor, Carteira de Professor da Escola Municipal, Carteira de Professor da Escola Estadual, Contracheque atual com cargo de Professor, Cartão do INSS (caso seja professor aposentado), Diploma (ou cópia) de licenciatura em Letras e/ou Pedagogia, Carteira do SINPRO (Sindicato Nacional dos Professores) ou Carteira do CREF (Conselho Regional de Educação Física);
- Profissionais do Livro: devem apresentar o crachá da empresa e contracheque atual;
- Profissionais de Bibliotecas: devem apresentar carteira de Biblioteconomia.
Lembrando que a venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e as
condições para obter o benefício devem estar presentes tanto no ato da compra quanto no acesso do beneficiário ao local do evento.
E para a utilização dos benefícios de gratuidade indicados acima, o visitante deve se dirigir aos guichês de credenciamento sinalizados tendo em mãos o Documento de Identificação com foto (Registro Geral) e um dos documentos indicados acima para cada caso.
A Bilheteria da Bienal estará em funcionamento a partir do dia 03/09 e você poderá adquirir seu ingresso antecipadamente no site indicado acima ou na bilheteria:

Horário de Funcionamento:
3 de setembro, quinta-feira: 13:00 às 22:00
4 de setembro, sexta-feira: 09:00 às 22:00
5 a 7 de setembro: 10:00 às 22:00
8 a 11 de setembro: 09:00 às 22:00
12 e 13 de setembro: 10:00 às 22:00

Formas de Pagamento:
Dinheiro e cartão de Débito.

Para saber mais pontos de vendas de ingressos, consulte o site da bienal clicando AQUI.
4 LANÇAMENTOS:
 Muita gente está subindo pelas paredes contando os dias para encontrar seu autor favorito e o lançamento do seu livro na bienal. Alguns autores não deram detalhes do lançamento de seus livros na mesma época em que acontece a bienal, então vou citar todos os autores que tem lançamento confirmado no evento.

O MESTRE DO AMORLI MENDI:
Sinopse: Marcos de dia é um esforçado estudante do curso de direito e, de noite, um dançarino do clube das mulheres. Mas, se apaixona por Bárbara, a protegida filha do dono do clube, e começa a ser tentado por aquela relação perigosa, secreta e excitante de que tenta fugir. Sua prioridade número um é pagar a faculdade e se tornar um importante advogado. E, nessa busca fria e calculista para ter a liberdade de uma nova vida, ele não quer se desvirtuar do caminho traçado por causa daquela loira hipnotizante e proibida. Tudo estaria no controle, se Marcos não tivesse uma dívida com Bárbara, que, agora, quer lhe cobrar. Qual a sua exigência? Compre o livro e descubra a grande história de amor que esses dois vão lhe contar de forma envolvente.
Data: 13/09 no stand da Editora Métrica.


LIVRO O DESPERTAR DO PRINCIPECOLLEN HOUCK
Sinopse: Quando a jovem de dezessete anos, Lilliana Young, entra no Museu Metropolitano de Arte certa manhã, durante as férias de primavera, a última coisa que esperava encontrar é um príncipe egípcio ao vivo com poderes divinos, que teria despertado após mil anos de mumificação.E ela realmente não poderia imaginar ser escolhida para ajudá-lo em uma jornada épica que irá levá-los por todo globo para encontrar seus irmãos e completar uma grande cerimônia que salvará a humanidade.Mas o destino tem tomado conta de Lily, e ela, juntamente com seu príncipe sol, Amon, deverá viajar para o Vale dos Reis, despertar seus irmãos e impedir um mal em forma de um deus chamado Seth, de dominar o mundo. 
Data: 12/09 no stand da editora Arqueiro.

SOPHIE KINSELLA
Sinopse: Los Angeles, reduto das celebridades mais famosas do mundo, de estilo de vida enlouquecedor e perdulário, cenário perfeito para que Rebecca Brandon (ex-Bloom) possa realizar suas fantasias mais glamorosas. E é para lá que ela e a família vão quando seu marido Luke é contratado para cuidar da carreira da famosa atriz Sage Seymour – e para Becky isso é um sinal de que ela está destinada a ser produtora de moda da badaladíssima celebridade e, quem sabe, também das maiores estrelas de Hollywood. Mas, assim que chega a LA, Becky descobre que sua rotina não será apenas de luxo e glamour. Alicia, uma rival do passado, também está na cidade. E o pior, é a queridinha das mães da concorridíssima pré-escola de Minnie. E o sonho de cuidar do look de Sage parece mais difícil do que ela imaginava. Até porque Luke vive adiando apresentar as duas. Então, por uma manobra do destino, Becky tem a chance de produzir a arqui-inimiga da atriz, e isso pode trazer alguns probleminhas. Pré-estreias, vestidos de gala, muitos paparazzi à sua volta, aulas de ioga e infinitas compras na Rodeo Drive. Claro que isso não acontecerá sem muitas encrencas e confusões. Será que Becky está mesmo perto de conseguir tudo o que sempre sonhou?
Data: 12/09 no stand da editora Record.

LEIGH BARDUGO (Lançamento não confirmado)
Sinopse (traduzida): Ketterdam: um movimentado centro de comércio internacional, onde tudo pode ser adquirido por um preço justo - e ninguém sabe disso melhor do que prodígio criminoso Kaz Brekker. Kaz é oferecido a chance de um assalto mortal que poderia torná-lo rico além de seus sonhos. Mas ele não pode retirá-lo sozinho ...
Um presidiário com uma sede de vingança.
Um atirador de elite que não pode andar longe de uma aposta.
Um fugitivo com um passado privilegiado.
Um espião conhecido como o Wraith.
Um Heartrender usando sua magia para sobreviver às favelas.
Um ladrão com um presente para escapes improváveis.
Seis párias perigosos.

Um assalto impossível.
A tripulação de Kaz é a única coisa que pode ficar entre o mundo e destruição - se não matar uns aos outros em primeiro lugar.
Data: 05/09 no stand da editora Gutenberg.
5. DICAS DE SOBREVIVÊNCIA:

Aqui começa a parte sobrevivência do manual, essas dicas eu tirei de alguns sites que eu li há uns dois anos atrás quando tinha dúvidas sobre o evento e era novata no assunto, de vários eventos que eu participei relacionados a livros ou não e eu espero que ajude muito quem tá indo pela primeira vez ou quem já foi mas não deu muito certo.
Para mais informações, localização e listas de pontos alimentícios, guarda-volumes, posto médico e preços do estacionamento basta consultar o site AQUI.
 - Faça listas:
Anote em um papel ou caderno separado, todos os livros que você pretende comprar na bienal. Não vá achando que é melhor deixar para decidir quando estiver lá, pois você irá comprar todos os livros legais que ver e acabar ficando sem dinheiro quando encontrar aquele livro que você queria há meses. Faça um planejamento de todos os livros que são sua prioridade e no fim das compras use o que sobrar (caso sobre) para comprar os livros que você quiser e encontrar por lá.

- Evite todas as filas possíveis:
Nós sabemos que a bienal é um evento super conceituado e realmente lota. Evite filas como a da compra de ingressos comprando pela internet ou antecipadamente nos postos de venda. Evite filas para aquele autor ou compra do livro que você não quer tanto. No lugar de estar numa fila de um autor que você nem conhece, é melhor ficar naquela do seu autor preferido e não se cansar tanto em pé e faça revezamentos com seus amigos e parentes na fila da comida ou para algum evento que demore.

- Use roupas confortáveis:
Verifique o clima no dia, vale prestar atenção na previsão do tempo no jornal, olhar a internet e seguir a intuição e os conselhos das mães. Como é um evento que lota e você estará em pé o tempo todo, ou a maior parte dele e a aglomeração de pessoas esquenta o ambiente, use roupas leves e frescas caso esteja calor (e eu acho que estará) e sapatos baixos. Nada de saltinho, vá de rasteirinha e vale até all star para as meninas além de levarem mochilas, ninguém merece ter que carregar várias bolsas com livros, não é mesmo?

- Esteja lá cedo:
Imagina seu ídolo favorito no Brasil e as fãs enlouquecidas acampando na porta do show. Não precisa acampar, mas tem que madrugar. Vale chegar cedo para evitar filas, ser umas das primeiras/os a conhecer seus autores favoritos e comprar aquele livro incrível antes que esgote o estoque.

- Consulte a programação:
É essencial consultar a programação e saber os dias em que vai ter sessão de autógrafos do seu escritor do coração ou lançamento do livro que você está esperando há meses além de que você economiza dinheiro em ingressos indo somente nos dias em que tem coisas que você gosta. Além disso tudo é bom você saber os horários dos eventos, das palestras, dos autografos e tudo mais para estar lá no mínimo dez minutos antes. Também fique atento ao mapa dos pavilhões para evitar se perder bem na hora da tal palestra. Além disso, é bom você ter uma cópia em mãos do mapa do evento que localiza postos de informação, entradas e saídas e banheiros.

- Leve comida:
Comida e água são essenciais para todo manual de sobrevivência. É claro que tem stands de comida por lá como McDonalds e outros, mas é bem mais em conta levar comida de casa.
O preço das refeições na bienal é realmente caro e eu tenho visto muitas pessoas reclamarem disso em algumas edições passadas. Vale sim levar comida de casa, fruta, biscoito, salgado, saladinha, suco e ÁGUA.

- Durma cedo e relaxe:
É essencial que você esteja tranquilo e bem dormido para aguentar a jornada na bienal, enfrentar filas, acordar cedo, andar bastante... Um dia antes, reveja seus planos e se programe com calma e a noite, tenha uma boa noite de sono para acordar bem cedinho no dia do evento.

- Faça um orçamento:
Se você não trabalha e seus pais não querem gastar muito dinheiro ou mora sozinho e tem que arcar com as despesas, sente-se e veja o quanto você poderá gastar. Quanto vai custar a passagem de ida e volta ou gasolina, o ingresso caso compre compre na hora, alimentação caso você resolva comprar comida lá e os livros que deseja. Por isso é bom fazer a lista do que você vai e pode comprar, se você não tem ideia dos livros que quer e topa comprar qualquer um que acabar gostando por lá, visitar stands pequenos é uma boa pois o preço dos livros são bem baratos.
O ideal também é ir de transporte popular, que custa mais barato e você vai economizar gasolina e preço do estacionamento tanto do evento quanto aos redores, haverão linhas de ônibus especiais no Rio em todos os dias de evento e você conferir a lista AQUI.

- O que levar na mochila:
A bienal é uma verdadeira selva e você realmente tem que sobreviver lá em meio ao calor ou frio, multidão, filas de banheiro, etc. O ideal é levar mochila pois além de ser mais confortável de carregar é maior. O essencial é o necessário para você que vai comprar muitos livros. Se você vai em grupo de amigos ou família, combinem de levar as coisas, como comida e água. O essencial é aquilo não pode faltar na sua mochila, que vai de seu critério: uma câmera, livro para autógrafo (depende da quantidade), comida, celular, dinheiro (sempre tenha uma reserva para imprevistos), sim, um protetor solar se o tempo do RJ estiver rachando cabeças, e o resto do espaço deixa para preencher com as suas compras. ;)
Existem guarda-volumes nos pavilhões 2 e 4 a esquerda das entradas onde você pode guardar seus pertences.

- Ganhe brindes:
Algumas editoras distribuem brindes durante o evento para blogueiros e parceiros, o que é uma boa pois eles podem distribuir livros também e isso economiza seu dinheiro. Então bote a cara a tapa e pergunte as editoras se oferecem brindes.

- Divulgue seu trabalho:
Não sei se isso se encaixa como dica de sobrevivência no evento, mas é uma boa oportunidade para quem é blogueiro, escritor independente e designer visitar os stands das editoras e oferecer um cartão de visita. Isso mostrará sua profissionalidade e é uma chance da editora visitar seu livro digital, por exemplo, e querer publica-lo ou visitar seu blog e aceita-lo como parceiro futuramente.
NUNCA chegue em uma editora e peça livros para resenha, ou pergunte se eles querem parceria pois nós sabemos que as editoras abrem concursos para seleção de blogs parceiros todos os anos. E conhecendo seu trabalho, você tem mais chance de ser escolhida/o.
O ideial é você ir visitar o stand e então oferecer a eles seu cartão de visita, ou marcador, desde que indique nele seu contato, site, blog, etc. Convide-os a visitar seus trabalhos e seja gentil.
6. LOCAL:

De 03 a 13 de Setembro - das 9:00 às 22:00.
Centro de Exposições Riocentro (Riocentro).
Av. Salvador Allende, 6555 – Barra da Tijuca.
22780-160 – Rio de Janeiro – RJ.
Para mais, visite: Bienal do Livro Rio.


Entrevista: Li Mendi.

Li Mendi é uma típica e verdadeira "mulher maravilha mil utilidades". Jornalista, publicitária e agora escritora, ela é a rainha dos Chick Lits. Com um tempo super apertado e muito amor por literatura Li Mendi já tem vários livros de sucesso digitais e impressos que a cada dia conquistam o coração de mais um leitor.
Nessa entrevista, nós falamos de seus livros, sonhos e trabalho. A escritora vai publicar seu novo livro, "O Mestre do Amor", seu primeiro hot, na Bienal do Livro do Rio de Janeiro de 2015.
Confira também a resenha de seu livro
A Verdadeira Bela e leia seus livros digitais gratuitos no Wattpad.

1 - Você começou a escrever online em 2006 e nunca mais parou. Como isso começou? 

Escrevo livros acho que desde os quatorze. Na época, não havia internet, nem blogs. Todas as estórias ficavam registradas em cadernos, que se perderam nas mudanças. Depois, a praticidade do Word me fez esquecer a letra bonita e comecei a imprimir e encadernar os livros. Os amigos curtiam e o ciclo era pequeno de leitores. Mas, felizmente, a internet lá por 2000, me trouxe um mundo de gente pra conhecer meus romances. É assustador ver mais de 10 mil visitas em um livro e mil downloads de outro... O processo solitário agora é dividido com centenas de pessoas.
Até eu terminar a faculdade de jornalismo, havia horas a fio pra gastar teclando. Depois, veio a faculdade de publicidade, a pós-graduação, o trabalho frenético como publicitária e pronto, me peguei com saudade de escrever. Nesse meio tempo, quero dizer, nesse zero tempo, consegui fazer o meu primeiro lançamento impresso: O amor está no quarto ao lado. Em 2012, veio A verdadeira Bela, Coração de Pelúcia e Alma Gêmea por Acaso. Agora, estou escrevendo um hot O Mestre do Amor.
Escrever sempre foi meu prazer, minha paixão, realização, tudo. O fascínio pelo mundo da fantasia se deu já nos primeiros anos de vida. Meus sonos eram embalados pelas incríveis aventuras narradas por meu pai, um excelente contador de fábulas.
Comecei com um pequeno projeto aqui na net, chamado Cada Casa um Caso. Era um hobby produzi-lo. As pessoas gostaram tanto e comentavam mensagens de incentivos que decidi continuar. Hoje, tenho vários livros disponíveis no meu site abertos e os leitores se reúnem em um grupo do Facebook para discuti-los. Os fóruns são acalorados e muito divertidos. Rio demais com as tiradas, fotos e debates.
Na última Bienal do RJ, encontrei muitos fãs que me abraçaram com carinho e contaram sobre a emoção de me ver e pegar o meu autógrafo. Isso é tão gratificante. São eles que me dão força pra continuar todas as madrugadas à dentro.

2 - Você também é jornalista e publicitária. Como é conciliar todas essas profissões? 
Eu trabalho numa empresa o dia inteiro e escrevo bem cedo ou bem tarde da noite. O sucesso vem de suor, dor nas costas, coragem, força e perseverança. Não tem glamour. Tem dor, pulsos no gelo e muita solidão diante do PC. Isso tudo é o preço para que as pessoas se divirtam muito com minhas obras. O criativo sofre de um sofrimento que só ele sabe como a sua maneira o faz feliz...

3 - Pretende um dia parar e se dedicar somente a vida de escritor? 
É o sonho de qualquer autor. Mas, financeiramente ainda não é possível. No entanto, o trabalho de publicitária me mantém sempre criativa, viajando muito, conhecendo pessoas, fazendo trabalhos gráficos... Ou seja, me alimenta também para ser autora. Ficar trancada em casa escrevendo talvez não é a forma que foi escolhida no meu livro da vida...

4- Qual foi o momento em que você parou e disse: vou publicar um livro físico? 
Na verdade, me pediam muito e eu tentava enviar para várias editoras. Daí, eu fui fazer couch de carreira com uma empresa. E lá, conheci minha incrível couch, que ouviu sobre meu hobby e me apresentou a uma amiga editora. Assim tudo começou. De repente, você precisa está conectada às redes certas. Lembra o que falei sobre não ficar trancada em casa aí em cima?

5 - Qual a maior dificuldade que você encontrou? 
Como qualquer outra profissão, para ser autora, você precisa ter uma rotina, entregar um trabalho e agradar pessoas... Mas, qual a parte mais difícil? Vender livro. Escrever é sua paixão, ganhar o carinho do leitor é uma delícia e se você escreve bem e divide um pouco da sua obra, vai receber. Agora, as pessoas querem baixar os livros da internet ou ler seus online, mas, só 20% vai comprar o impresso. Então, vender é difícil pacas. Tem muita coisa online hoje, que não tinha antes da era do PC e Internet. Logo, você compete com o que está free. Logo, vender é o maior desafio. Afinal, você precisa do dinheiro pra custear um momento de coisas, como estar em feira, produzir marcadores, enviar livros pra divulgação. Veja, eu não estou dizendo que é ganhar pra pagar suas contas, é muito antes, é ganhar para sustentar ao menos a divulgação, seu site etc.
Eu não desisti ainda rs, mas, já poderia facilmente ter desistido se fosse outra pessoa.
No espírito de quem inventou a lâmpada e testou mil formas de criá-la, posso dizer que eu não errei nas minhas estratégias. Eu já sei mil formas que não deram certo e devo estar bem perto da que dará. Eu não vejo como erros, mas, como a eliminação de um que já testei.

6 - Há algum personagem seu com o qual você mais se identifique? 
Na verdade todos são criados para serem pessoas quase reais, que não são meus espelhos. Apesar das pessoas querem ver no meu livro catarse, diário ou coisa assim. Talvez, elas achariam mais coerente, porque seria mais real. Tudo parece tão bem transcrito que até duvidam que não seja verdade.  Nenhum é como sou. Mais, acho que a Mell de Alma Gêmea por Acaso tem uma coisa ou outra minha sim.

7 - Escrever um livro e vê-lo publicado é um sonho. Qual deles foi o mais difícil, que você se identifica mais ou que é o seu favorito? 
O mais difícil foi o primeiro por não ter editora. Se identificar é se ver na história e como falei, crio para ser criação. Mas, o que mais gosto é Coração de Pelúcia. Ele é profundo e emocionante. Foi uma grande superação fazê-lo.

8 - Você deseja um dia viver somente da escrita, considero isso um sonho seu. Quais seus sonhos além de ser escritora em tempo integral? 
Como falei, precisarei que financeiramente os livros paguem minhas contas. Não vivo num mundo Barbie rs. Mas, meu sonho seria morar numa casa de campo enorme, com uma cozinha com aquelas panelas penduradas, fazendo bolos para meus netos e filhos. Enquanto posso sentar também numa mesinha de madeira da varanda para escrever. Essa confusão da cidade é algo agressiva.

9 - Na sua opinião, o que falta para a literatura brasileira? 
Pessoas capazes de ler. Hoje, há um número imenso de analfabetismo funcional. Pessoas que compram uma calça cara, lancham fast food, podem sim comprar um livro. Mas, livros não lhes desperta nada. Não falta dinheiro, falta cultura. Na índia, a renda per capita é baixa e eles leem muitos ebooks, por exemplo. Na Argentina, que não é mil maravilhas economicamente, você vê pessoas nos cafés, no metro e em todos os lugares lendo! No Brasil, não é assim.

11- E quais escritores te inspiram? 
Adoro Romance, principalmente quando tem humor. Eu gosto muito da complexidade de criação dos personagens de Machado de Assis, que cria personas problemáticas e maravilhosas. Aquilo é genial. O jeito de escrever da Sophia Kinsella com uma pegada de humor me influenciou demais e acredito que assistir muitos seriados americanos também me inspiram. A profundidade da redação da Clarice Lispector, Fernando Pessoa e outros grandes escritores também mexem comigo, quando preciso me inspirar.


12 - Que dica você dá a quem deseja seguir o caminho da escrita? 
Primeiro se divirta, escreva com o coração e leia de tudo sobre tudo. Em segundo lugar, não espere o lucro rápido pra largar seu emprego. Viva uma vida paralela até que possa viver como autor. Depois, me escreva pra me contar. Brincadeirinha. Olha, comecei uma coluna no Widibook, rede social de livros, onde dou dicas a jovens autores. Como curadora na rede, divido minha experiência, vale acompanhar o blog do Widbook!
blog.widbook.com/column/vida-de-escritor/

13 - Para você, o que é ser escritor? 
É criar a vida que não é sua e que talvez nunca queria viver, mas, precisa criar para que uma história aconteça na imaginação de outra pessoa e a faça pensar, reviver e ser feliz. É você mexer com corações que nunca conhecerá. E todos os dias acordar e se sentir culpada por não ter escrito mais do que pode, como uma necessidade de existir. É difícil explicar exatamente.

14 - Nesse espaço, Li, você pode divulgar suas redes e suas obras. Um recado para nossos leitores? 
Eu quero te convidar para conhecer meus livros grátis. Leia, se divirta e sinta a felicidade e emoção. Depois desta experiência, me conceda a chance de chegar as suas mãos com meus livros inéditos. Eu te garanto que não conseguirá parar de ler, nem largar as páginas. É uma promessa. Encontre tudo em limendi.com.br/limendi
Obrigada!!!

Gostou da entrevista, quer mais?
Vem acompanhar mais um pouquinho do mundo literário e das obras incríveis da Li!

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger