Leituras do primeiro semestre

Olá, Olá!!


Achei legal a ideia de compartilhar com vocês as leituras que fiz na primeira metade de 2016, nem eu tinha percebido a quantidade de livros que eu já tinha lido só nesse primeiro semestre.


Esses são os livros que tenho em minha mão no momento mais ainda tem mais alguns que não entraram aí.

E pra aproveitar vou classificar os livro, que tal?









O Senhor dos Anéis 1 e 2:

Sinopse: 
Livro 1 - Numa cidadezinha indolente do Condado, um jovem hobbit é encarregado de uma imensa tarefa - deve empreender uma perigosa viagem através da Terra-média até as Fendas da Perdição, e lá destruir o Anel do Poder - a única coisa que impede o domínio maléfico do Senhor do Escuro.

Livro 2 - As Duas Torres é a segunda parte da grande obra de ficção fantástica de J. R. R. Tolkien, O Senhor dos Anéis. É impossível transmitir ao novo leitor todas as qualidades e o alcance do livro. Alternadamente cômica, singela, épica, monstruosa, diabólica, a narrativa desenvolve-se em meio a inúmeras mudanças de cenários e de personagens, num mundo imaginário absolutamente convincente em seus detalhes.
A Comitiva do Anel se divide. Frodo e Sam continuam a viagem, descendo sozinhos o Grande Rio Anduin - mas não tão sozinhos assim, pois uma figura misteriosa segue todos os seus passos... O restante da comitiva parte em busca de Merry e Pippin, capturados pelo inimigo.
Continuação de O Hobbit e início da trilogia O Senhor do Anéis, o livro revela como surgiram os anéis mágicos e como um grupo de magos, elfos e outros seres se formou para impedir que o maligno Sauron dominasse toda a Terra Média.

Opnião:     
Cinco livrinhos, a história é muito bem formulada, com um universo fantástico e completo. As histórias são muito bem amarradas e envolve muito. Pra qualquer fã de fantasia, principalmente da idade média recomendo muito. Livros da minha vida!

Maldito Sertão:


Sinopse: Uma assustadora coletânea das nossas mais famosas lendas rurais em uma interpretação sombria do nosso ensolarado Nordeste.

Opnião: 
Três livrinhos, O livro é bem legal e são contos ambientados no nordeste brasileiro o que é muito legal. Não são contos de terror que não te deixam dormir, mas é bem legal e com finais inesperados!












Não se esqueçam das rosas:


Sinopse: Um livro de rara sensibilidade e beleza que mostra as conseqüências da destruição causada pela explosão da bomba atômica em Hiroshima. Hanako, uma garota de treze anos, corre risco de vida, pois sofre de osteopatia (degeneração progressiva dos ossos), uma doença que tem origem genética, pois as células reprodutoras de seu pai foram afetadas pela radioatividade a que estiveram expostas durante a explosão da bomba.


Opinião:
O livro é de uma sensibilidade fofa é um livro infnatil que traz um assunto que nem sempre é tão discutido como os efeitos da bomba de hiroshima. É um livro de conscientização o que eu achei bem legal!

Continue Lendo!




O portão do paraíso:

Sinopse: Taís, uma adolescente de treze anos, desabafa com seu diário o que vem acontecendo de inusitado em sua vida - tudo começa quando, no ano anterior, o primo, Gelcimar, vem morar em sua casa. Encantados um com o outro, iniciam um namoro. O rapaz, contudo, seduz a prima, muito inocente, levando-a a ter relações sexuais com ele - isso resulta na gravidez da garota. Pressionado pelo tio a se casar, Gelcimar toma rumo desconhecido. Mesmo ignorando o que aconteceu consigo, Taís terá de enfrentar a situação. Providencialmente, a coordenadora da escola irá esclarecer as dúvidas de Taís; como funciona o ciclo menstrual feminino, o que a mulher deve fazer para evitar uma gravidez e doenças sexualmente transmissíveis e o quanto é importante o conhecimento do próprio corpo, para que uma garota tenha o direito de escolher quando e como começar a sua vida sexual, com responsabilidade. Meses depois, Taís tem uma filha à qual dá o nome de Taísa. Ela terá, mais uma vez, de se adaptar à realidade dos fatos -, cultivando a esperança de que o futuro lhe reserve um príncipe encantado que aceite ambas, com amor e carinho.

Opinião: 
O livro, também um infanto-juvenil (Sou professora e acompanho as leituras dos meus alunos *_*), aborda questões sexuais com muita graça e explica como funciona o nosso corpo. O livro é muito bom, mas levando em consideração o ano que foi escrito, senti falta de uma interferência maior das personagens adultos quando se trata do romance de Gelcimar com Thaís que é claramente estuprada pelo primo, mas fora isso o livro explica assuntos que normalmente são tabu entres as pré-adolescentes e explica de forma cuidadosa a sexualidade humana e dá uma atenção especial a feminina.

O estigma do sexo:


Sinopse: Este livro aborda uma temática muito relevante, para os dias atuais onde na se tolera de forma nenhuma abusos conta as mulheres, tais como a violência domestica. E um livro de alerta, que traz para o cotidiano a realidade de muitas mulheres, em todas as camadas sociais. A realidade do estupro, muitas vezes dentro de sua própria casa, cometido por homens da sua convivência. Outras vezes são namorados violentos ciumentos que querem dominar as namoradas, surrando,cerceando a liberdade individual e pessoal. O assedio sexual no emprego e outro drama, outra forma de violência vivida pelas mulheres em seu local de trabalho, na rua em qualquer parte que se vá. Este livro é uma obra de ficção que conta o cotidiano de três jovens de uma mesma turma, elas são Zuleide, Ivanira e Lindaine, as três foram vitimas de violência sexual. Respectivamente elas foram estupradas, apanhou do ex-namorado e sofreu assedio sexual no emprego. Felizmente existe uma delegacia especializada no atendimento às mulheres vitimas de violência. Estas delegacias dão acolhimento às mulheres que foram vitimas que são atendidas por outras mulheres que nestes casos é muito importante por deixar as mulheres totalmente e á vontade. São delegacias acostumadas a lidar com estes tipos de abusos. O livro trás ao debate informação sobre como a mulher pode se defender contra a violência ressaltando a importância dos valores éticos, procura melhorar as relações entre homens e mulheres, novas formas de namoro e ficar.


Opnião: 
Mais um infanto-Juvenil de Giselda, O livro é muito bom apesar do ano em que foi escrito traz muito forte o momento da mulher de hoje, daquela mulher que não se permite ser assediada sem se calar. O livro trata do assedio de três meninas que sofrem diferentes abusos em suas vidas. Um livro de conscietização muito bom, recomendo paras as jovens garotinhas e mães que queiram aprender/ensinar que mulher não deve se calar só por ser mulher. Um dos meus favoritos de Giselda.

Sejamos todos feministas:

Sinopse: Chimamanda Ngozi Adichie ainda se lembra exatamente do dia em que a chamaram de feminista pela primeira vez. Foi durante uma discussão com seu amigo de infância Okoloma. “Não era um elogio. Percebi pelo tom da voz dele; era como se dissesse: ‘Você apoia o terrorismo!’”. Apesar do tom de desaprovação de Okoloma, Adichie abraçou o termo e começou a se intitular uma “feminista feliz e africana que não odeia homens, e que gosta de usar batom e salto alto para si mesma, e não para oshomens”. Sejamos todos feministas é uma adaptação do discurso feito pela autora no TEDx Euston, que conta com mais de 1,5 milhão de visualizações e foi musicado por Beyoncé


Opnião:
O livro retrata a experiência de Ngozi com o feminismo e traz o que a luta é genuinamente. É uma leitura super rápida, mas maravilhosa. Fiquei encantada ao ler e recomendo a todas as mulheres e homens que queiram saber mais. Amo esse livro!

Mulheres:

Sinopse: Em 2014, a ilustradora Carol Rossetti começou a desenhar mulheres diversas para testar seus lápis de cor. Nunca poderia imaginar que suas criações despretensiosas ganhariam o mundo e iriam viralizar na internet a ponto de se tornarem matéria na CNN.
Com um traço característico e frases inspiradoras, Carol quebrou tabus e espalhou uma mensagem que ecoou em mulheres do mundo todo: somos fortes, merecedoras de respeito e especiais do jeito que somos, independentemente de opiniões e julgamentos alheios.

Agora, essa mensagem ganha o formato de livro e inclui textos sobre os temas centrais abordados em suas ilustrações, como corpo, estilo, identidade, relacionamentos e superação.

“Existem mulheres negras, brancas, morenas, latinas, asiáticas, indianas, indígenas. Existem engenheiras, donas de casa, prostitutas, senadoras, artistas, executivas, atrizes. Há mulheres cegas, surdas, mudas. Mulheres bipolares, deprimidas, ansiosas.

Existem heterossexuais, lésbicas, bissexuais, arromânticas, pansexuais, assexuais. Mulheres cristãs, ateias, budistas, islâmicas.

Há mulheres que não são ativistas, que nunca ouviram falar em feminismo, que nunca discutiram racismo. Mulheres que lutam de formas diferentes, a partir de ideias que não conhecemos. Existem mulheres que têm vergonha de compartilhar suas escolhas por medo de serem julgadas. E mulheres que discordam de tudo isso que eu disse até aqui.

Cada uma tem sua própria história, e acredito que todas elas merecem ser ouvidas e representadas. Minha abordagem será abrangente, convidando todos os que dividem comigo essa ideia de liberdade a celebrar a diversidade do ser humano.

Opnião: 
Ainda no feminismo delicado o livro traz ilustrações que relatam os mais diversos tipos de mulheres e diz que elas podem ser feliz do jeitinho que são.


O demonologista:

Sinopse: "A maior astúcia do Diabo é nos convencer de que ele não existe", escreveu o poeta francês Charles Baudelaire. Já a grande astúcia de Andrew Pyper, autor de O Demonologista (DarkSide® Books, 2015), é fazer até o mais cético dos leitores duvidar de suas certezas. E, se possível, evitar caminhos mal-iluminados.
O personagem que dá título ao best-seller internacional é David Ullman, renomado professor da Universidade de Columbia, especializado na figura literária do Diabo - principalmente na obra-prima de John Milton, Paraíso Perdido. Para David, o Anjo Caído é apenas um ser mitológico. Ao aceitar um convite para testemunhar um suposto fenômeno sobrenatural em Veneza, David começa a ter motivos pessoais para mudar de opinião. O que seria apenas um boa desculpa para tirar férias na Itália com sua filha de 12 anos se transforma em uma jornada assustadora aos recantos mais sombrios da alma.

Enquanto corre contra o tempo, David precisa decifrar pistas escondidas no clássico Paraíso Perdido, e usar tudo o que aprendeu para enfrentar O Inominável e salvar sua filha do Inferno.

Opinião:
O livro é uma busca desesperada de um pai por uma filha, onde todos desacreditam dele e ele sabe que é o único que pode salvar a vida da própria filha. É um livro eletrizante e difícil de largar por um segundo. Amei!!

O desafio de ferro:

Sinopse: Amigos e Inimigos. Perigo e Magia. Morte e Vida. 

A maioria dos garotos faria qualquer coisa para passar no Desafio de Ferro. 
Callum Hunt não é um deles. Ele quer falhar. 
Se for aprovado no Desafio de Ferro e admitido no Magisterium, ele tem certeza de que isso só irá lhe trazer coisas ruins. Assim, ele se esforça ao máximo para fazer o seu pior... mas falha em seu plano de falhar. 
Agora, o Magisterium espera por ele, um lugar ao mesmo tempo incrível e sinistro, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até o seu futuro.

Opinião: 
O livro é bem legal e prende bastante com elementos mágicos, mas diferentes de Harry Potter, o livro consegue prender a atenção. Gostei pra caramba. Ah, e o final é tipo WTF?! amei!


A noite dos mortos-vivos e Psicose:


Sinopse: A Noite dos Mortos-Vivos, considerado uma das maiores obras-primas do gênero e um livro obrigatório para os fãs de The Walking Dead, Resident Evil, Orgulho e Preconceito Zumbi e tudo aquilo que englobe os carismáticos comedores de cérebros. Se hoje os zumbis estão em alta é porque, em 1968, George Romero e John Russo se reuniram para escrever o roteiro de A Noite dos Mortos-Vivos e mudar a história do cinema. O filme revolucionou o mito sobre as criaturas que voltavam do além: as superstições vodus das velhas produções B deram lugar à epidemia de fome canibal nas ruas norte-americanas. Criaturas similares já haviam aparecido antes nas telonas, mas foi em A Noite dos Mortos-Vivos a primeira vez em que foram retratados como uma praga devoradora de carne humana.

Psicose, o clássico de Robert Bloch, foi publicado originalmente em 1959, livremente inspirado no caso do assassino de Wisconsin, Ed Gein. O protagonista Norman Bates, assim como Gein, era um assassino solitário que vivia em uma localidade rural isolada, teve uma mãe dominadora, construiu um santuário para ela em um quarto e se vestia com roupas femininas. Em Psicose, sem edição no Brasil há 50 anos, Bloch antecipou e prenunciou a explosão do fenômeno serial killer do final dos anos 1980 e começo dos 1990. O livro, assim com o filme de Hitchcock, tornou-se um ícone do horror, inspirando um número sem fim de imitações inferiores, assim como a criação de Bloch, o esquizofrênico violento e travestido Bate, tornou-se um arquétipo do horror incorporado a cultura pop.

Opnião: 
Os dois livros são parte do Box Filmes Para Ler, da Darkside. Ambos são incríveis e são o meu tipo de livros.

O Orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares:

Sinopse:  um romance que tenta misturar ficção e fotografia. A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo - por mais impossível que possa parecer - ainda podem estar vivas. “Mesmo sem as fotos, esta seria uma história emocionante, mas as imagens dão um irresistível toque de mistério. A narração em primeira pessoa é autêntica, engraçada e comovente.

Opinião:
O livro é muito legal e traz um Q de mocumentário muito legal, fatos reais se confundem com fatos ficcionais o que é bastante interessante. Recomendo muito!

Sherlock Holmes:

Sinopse: Esse volume reúne contos em que Sherlock demonstra seus métodos. Em A face amarela, Sherlock atende um homem com dúvidas sobre sua esposa. O ritual Musgrave apresenta um dos primeiros casos resolvidos por Sherlock, envolvendo um mapa do tesouro e estranhos desaparecimentos. A Liga dos Cabeças-Vermelhas trata de uma curiosa organização, que contratava apenas homens ruivos. O diamante azul começa com um ganso roubado e termina com..., bom, é preciso ler para conhecer essa estranha forma de praticar um roubo. As histórias apresentadas neste livro são de fácil leitura, o que permite ao jovem leitor acompanhar o método Holmes e entender o fascínio que esse personagem extraordinário tem exercido durante todos esses anos.

Opinião:
Sherlock é Sherlock né?! Nem precisa explicar! Adorooo!





O vestido da mamãe:

Sinopse: O vestido da mamãe trata da história de um menino que tem a curiosidade de experimentar o vestido da mãe. Com olhar infantil, ele vê o tecido como um pano mágico que se transforma em capa de guerreiro, camisa de futebol e outras fantasias. 
Mas um dia, ele resolve usar este vestido. Por que isso causa tanta curiosidade e espanto?

Opinião: 
O livro é bem fofo.












Enfim essas foram as minhas leituras do primeiro semestre de 2016, espero que gostem e que possa ajudar vocês a escolher a próxima leitura de vocês!
Se acharem erros me avisem, passei o dia tentando fazer esse post e já estava cansada no final.

Beijocas!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger