Resenha: Coisas de Luiza

Olá, Olá!

Hoje trouxe a resenha do livro pink da Luiza Angélica, Coisas de Luiza! Uma amiga foi convidada a fazer a leitura e dar opinião sobre ele, então lá vamos nós...


Sobre Luiza

20 anos, escritora por dom e redatora por profissão, estudante de jornalismo, sagitariana, técnica em nutrição, 5 cães, fã de Los Hermanos e Luan Santana coleciona ex amores que renderam feridas e textos. Atualmente comanda a comunicação da marca Empório da Papinha, publicou seu primeiro livro em 2014 e já está escrevendo o próximo.










Sinopse

 'Coisas de Luiza' é uma mistura de histórias, desabafos e segredos de uma garota cheia sonhos, uma bagagem de decepções e uma vontade enorme de mostrar ao mundo ao que veio. Luiza revela neste seu primeiro livro como sua história está sendo escrita, em crônicas e contos. Neste livro você encontra sonhos, desabafos, desejos e realizações de uma menina de 18 anos, com vida de gente grande que ainda acredita em contos de fadas e no amor, da forma mais simples que ele pode ser vivido.

Titulo: Coisas de Luiza
Autora: Luiza Angélica
Editora: All Print
Páginas: 58



Resenha

É um livro bem delicado que nas suas 29 crônicas descreve dos momentos de amor vividos por ela. Trás relatos do que sobrou de um amor egoísta, que queria só pra ela, suspirava esse amor e era capaz de dar a vida por ele, um amor doentio que vivia em função dele a ponto de sufocá-lo.
Ela cita seu amor e da provas a todo instante.

Dei-te o meu diário, meus dias, meu coração, o meu pior e meu melhor
 Ela se humilha, não tem amor próprio e pede o tempo todo para ele ficar. Sonha com o amado e que viveu uma rápida história e avassaladora desse amor, sempre esperando ele e muito mais dele. Sonhou com ele a esperando no altar, diz que esperava cinemas, mais abraços, mais noites de sábado tomando sorvetes; demonstra todo o seu amor, diz que o que é verdadeiro não volta, por que, o verdadeiro nunca se vai.
Mesmo com o coração machucado com os relacionamentos vividos com babacas anteriormente, assim como ela os chama, ela continua sonhando e acredita no amor.

Ela cita que até o guardinha do cinema sabia que o coração dela era todo dedicado à ele. Que vivia com o estômago cheio de borboletas com a chegada dele.

Eu quero um amor que não goste feijão, que come chocolate quente, que divida o chão gelado comigo, coma pão com ketchup, segure minhas mãos e que não compre nada, mas apareça com uma flor e dois anéis de compromisso e que queira tentar comigo.

Durante esses relatos ela tem momentos nostálgicos de tudo que ela viveu em função dele:

Você não vale nem meia página, mas eu já tenho tanta coisa para te dizer, que você me ocupa um capítulo inteiro. Bateu saudade, volta? Não sei se é TPM, um amor de carne, se é uma paixão, mas eu gosto de você, e mesmo com todos os motivos você mexe comigo.


Enfim, esse é o Coisas de Luiza.

Até a próxima!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger